REFLEXÃO E AÇÃO - ATIVIDADE Nº 06

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

REFLEXÃO E AÇÃO - ATIVIDADE Nº 06

Mensagem por Admin em Qui 20 Nov 2014 - 5:10

REFLEXÃO E AÇÃO - ATIVIDADE Nº 06
CADERNO 4 - PÁGINA 46

3 – Leia a noticia abaixo publicada num jornal de São Paulo em fevereiro de 2012.

LIGAÇÕES CLANDESTINAS CAUSAM RISCO DE INCÊNDIOS




A ligação irregular de energia é a provável causa do incêndio que deixou dois mortos e mais de 200 desabrigados na Favela do Corujão, na Vila Guilherme, Zona Norte, domingo. Os chamados “gatos” estão presentes em pelo menos outras 400 favelas da Grande São Paulo não contempladas pelo programa de regularização da Eletropaulo. São 180 mil moradores em risco nesses lugares, devido ao perigo das ligações clandestinas. Segundo o Corpo de Bombeiros de São Paulo, curtos-circuitos ocasionados pelo “gatos” são as principais causas de fogo em favelas. “São lugares com ligações inadequadas para uma moradia que tem todo tipo de equipamento elétrico”, diz o tenente Marcos Palumbo, do setor de comunicação da corporação. A maioria dos casos, informa, ocorre em dias de calor, quando há sobrecarga no consumo de energia. Os fios podem derreter e causar faíscas ou até explosão. Conforme o último levantamento dos bombeiros, a média foi de um incêndio do tipo por dia no estado em 2010, quando foram atingidos 253 barracos (danos individuais) e 112 favelas (afetando uma comunidade inteira ou parcialmente). O fato de as casas serem de madeira e ficarem muito próximas facilita a propagação das chamas. Outra dificuldade é o acesso. No caso de domingo na Favela Corujão, como não há rua, os bombeiros precisaram entrar pela empresa ao lado e quebrar o muro, para então combater o fogo por trás da comunidade, o que atrasou a ação. A orientação dos bombeiros, em caso de incêndio, é deixar o local imediatamente, sem querer salvar nada antes. De acordo com o tenente Palumbo, depois de curto-circuito, as principais razões de incêndio em favelas são displicência ao cozinhar, vazamento de gás e causas criminosas, como teria ocorrido no Moinho, no bairro Campos Elíseos, em dezembro. Segundo o relatório da corporação, uma usuária de crack colocou fogo na sua casa e provocou o incêndio. A polícia ainda investiga. Regularização /A Eletropaulo informa que começou a regularizar as ligações clandestinas de energia nas favelas da Grande Para complementar o estudo [b]São Paulo em 2004 e já alcançou 75% delas, o que representa 1.200 comunidades, 460 mil famílias e quase 2 milhões de pessoas. A maioria das cerca de 400 favelas sem regularização não oferece condições necessárias, como é o caso do Corujão. “São aglomerados de madeira dentro de um terreno particular, sem acesso e nenhuma infraestrutura”, diz José Cavaretti, gerente de Novos Mercados da Eletropaulo. Segundo ele, faltam ruas para colocar postes e a instalação das casas é precária para ter rede de energia interna. As condições de insegurança, afirma, continuariam se as redes fossem instaladas nessa situação. Outras favelas não são atendidas por estarem em processo de remoção por ocupar área de proteção ambiental ou de risco.

Disponível em: http://www.redebomdia.com.br/noticia/detalhe/12438/Ligacoes+clandestinas+causam+risco+de+incendios
__________________________________________________

Analise criticamente a notícia deste material e, imaginando que lecione em uma escola próxima a essa comunidade, como poderia problematizar a situação relatada? Que conhecimentos, de diferentes áreas, poderiam ser mobilizados no sentido de substituir uma compreensão ingênua da situação por outra mais dialética numa perspectiva menos local e mais global do problema?
__________________________________________________

Esta atividade deverá ser feita em grupos de acordo com sorteio no dia 01/11/2014.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 283
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 59
Localização : Gravatá-PE

Ver perfil do usuário http://sabervirtual.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

TÓPICO FUNDIDO PELA MODERAÇÃO

Mensagem por Admin em Qui 20 Nov 2014 - 5:17

Re: GRUPO AZUL - Sab 1 Nov 2014 - 18:44


Falar sobre Políticas Sociais, fazendo uma reflexão de fazer valer os seus direitos de tal situação dessa realidade comunitária imposta pelo sistema sócio econômico que os leva a construir de forma desordenada em determinados limites de risco. Ressaltando para os alunos os perigos que a energia elétrica clandestina trás para toda a comunidade. Caracterizando que isso é um roubo do qual hoje o beneficia, mas depois, pode trazer um prejuízo maior levando até a morte .
Depois de conscientizar os alunos na sala de aula, formar pequenas comissões para visitar o bairro com o apoio de membros da companhia elétrica e do corpo de bombeiros, para conversar com a comunidade sobre os riscos de curtos-circuitos, choques elétricos, sobrecarga de sistema até chegar no incêndio.

Renata Fagundes
Mônica Oliveira
Marcos Vieira
Rômulo Fagundes
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 283
Data de inscrição : 04/09/2014
Idade : 59
Localização : Gravatá-PE

Ver perfil do usuário http://sabervirtual.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum